O Escuro

23 mar

Neste domingo ouvimos a ministração da irmã Maria Rosa que falou sobre o texto de João 6:16 conhecido por nós como o Texto onde Jesus anda sobre o mar. Durante a ministração foi citado o versículo 17 que diz: E, entrando no barco, atravessaram o mar em direção a Cafarnaum; e era já escuro, e ainda Jesus não tinha chegado ao pé deles.

A ministração se desenrolando sobre este versículo e foi muito maravilhosa, para minha vida.
Quantas vezes em nossa caminhada de vida, nos encontramos no escuro como os discípulos. Eles andavam com Jesus, viviam e ouviam Jesus, comiam com Ele, dormiam no mesmo lugar, e passavam pelas mesmas situações, mas chegou um dia em que se viram no escuro e diante de um grande vento e forte ondas de um mar bravio que açoitava o barco.
Também temos nossos momentos de escuridão e situações tempestuosas e difíceis, embora alguns santões de plantão neguem que sendo crentes temos lutas e passamos por apertos. Passamos sim, vivemos sim momentos onde nos encontramos no escuro da dúvida, do medo, da doença, e de diversas outras situações que castigam o barco da nossa vida e tornam em algum momento difícil nossa caminhada.

As vezes nos perguntamos se é possível depois de anos de vida cristã, olhar para si e se ver na escuridão de um vício, ou de uma dívida. Ou quem sabe na escuridão da culpa, da mágoa, do engano ou do cansaço.
Por anos vivemos ouvindo pregações de vida perfeita e de problemas inexistentes, que serviram pra gerar revolta e desistência quando nos deparamos com a vida real.

As pregações de vida colorida não nos preparam para o atravessar os “vales da sombra da morte” de nossa vidas, pois nestas pregações estes lugares não existem, é tudo perfeito, e quando algo sai deste roteiro a culpa é sua que pode ter feito algo errado e não seguido a cartilha certinha, não deu a oferta ou o dízimo, não orou o bastante, ou faltou no ultimo culto.

A palavra de Deus é maravilhosa e nos esclarece as verdades da vida que é dura muitas vezes, e nos apresenta situações de adversidades e escuridão mesmo quando estamos no caminho certo, mesmo quando estamos seguindo a Cristo, se pararmos pra pensar os discípulos estavam naquela situação por ordem de Jesus, sendo assim, o lógica seria dar tudo certo, sem nenhum contratempo.

Mas não foi bem assim, e não é bem assim, vivemos no mesmo mundo do nosso vizinho católico, espírita ou ateu. Respiramos o mesmo ar poluído, pegamos o mesmo ônibus cheio, pagamos a mesma conta de luz e de água, estamos sujeitos as mesmas leis e autoridades, e da mesma forma sujeitos a passar pelas mesmas situações.

O que vale nos momentos de escuridão e tempestade é ter a certeza de que o Jesus que nos enviou já mais nos abandona, e como fez com os discípulos, virá nos encontrar andando sobre o mar, surgindo de uma maneira que achamos impossível, num momento que tudo nos parece perdido. Alias devemos saber que Ele nunca nos abandonou, sempre esta em nosso barco, até nos momentos que não parece, que não vemos qualquer indício de sua presença, Ele esta lá sim, fiel, amoroso e presente, e sua solução e conforto virá em nosso encontro em meio a escuridão de forma incrível e incompreensível para nosso pensamento humano.

Carlos Alberto Correia
21/03/2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: