Hoje mesmo.

31 out

ladrão na cruz
Ladrão? Que ladrão?
Seu ontem já não me importa, e peço que nem se preocupe com o seu amanhã.
A nós só interessa o hoje, o dia do nosso encontro.
Quero que saiba que, hoje, quando o homem do campo se recolher cansado de sua lida, e as crianças entrarem pra casa, depois de mais um dia de brincadeiras.
Hoje mesmo quando os pássaros se aquietarem, e os animais noturnos acordarem pra vida, e o sol fechar as cortinas estampadas de estrelas.

Hoje, quando o homem de bem comer dando graças por mais um dia de infinita misericórdia e bondade. Quando alguns deitarem sobre a cama  da solidão, enquanto casais que se amam, em camas quentes se sentirem.

Hoje, quando o corrupto caçoar prepotente, contando os lucros de mais um dia de impunidade.
E lá fora, somente o latido dos cães, o canto dos grilos, e o choro dos bebês de longe na noite se ouvir.

Hoje quando tudo isso acontecer, não terei que me lembrar de você, não será mais preciso, pois hoje, nesta mesma hora já estarás comigo no paraíso.

Carlos Alberto Correia

30/10/2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: